PATROCÍNIO

Notícia em destaque


Venda de imóveis registra aumento no segundo trimestre de 2018 no Sul do Rio


No segundo trimestre deste ano as vendas de imóveis aumentaram consideravelmente em relação ao mesmo período do ano passado no Sul do RJ. O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, FGTS, tem sido usado por muitos para financiar o imóvel.

Rafael Queiroz de Azevedo é fotógrafo e comprou um apartamento na planta no ano passado. Para conseguir dar entrada no imóvel, ele usou o fundo de garantia como parte do pagamento.

"Praticamento 95% do valor da entrada eu consegui utilizar o fundo de garantia e completei só um pouquinho com dinheiro, com recurso próprio", contou Rafael.

A estimativa do Sindicato das Indústrias da Construção é que 80% dos imóveis financiados em Volta Redonda nos últimos meses foram com o dinheiro do fundo de garantia.

"O FGTS é a grande alavanca na compra do imóvel, principalmente no faixa um e meio. Porque ele entra compondo junto com o subsídio do Governo Federal a parte da entrada. E o que excede ele entra abatendo o valor da prestação do mutuário. Então é um recurso fundamental na hora da aquisição e mais fundamental ainda porque esses recursos do FGTS que são os que financiam a produção dos imóveis," explicou o presidente do Sindicato da Indústria de Construção Civil, Mauro Campos.

O governo anunciou uma série de medidas para estimular a construção civil. Uma delas é aumentar o valor do financiamento com recursos do FGTS, que começa a valer em janeiro de 2019. A estimativa nacional é de injetar no setor, R$ 80 bilhões em seis anos.

Mas o resultado já começa a aparecer. Uma construtora da cidade vendeu 25 imóveis no primeiro semestre do ano passado. No mesmo período desse ano, subiu para 285 residências. Um aumento de mais de 1.000%.

Fonte: G1

Últimas notícias